Espiritualidades

Descobrindo os pontos energéticos do nosso corpo

Nosso corpo é matéria viva. Composto por tudo aquilo que, organicamente, todos nós conhecemos, pele, tecidos, músculos, órgãos, ossos, etc. Todos nós bem ou mal, conhecemos a constituição do nosso corpo, e sabemos sobre os seus processos. Cada organismo é único, cada corpo é único, e a sinergia formada pela existência desta matéria, também é única.

A um nível energético, ninguém pode negar que todos somos energia, até porque somos criados de átomos, e os átomos, protões e electons, são energia. Segue uma curiosidade: “O corpo humano é formado por 7 octilhões de átomos e possui aproximadamente 10 trilhões de células” – é irredutível negarmos que somos formados por energia.

Assim, podemos observar que além do nosso corpo ter “energia própria”, esta também pode ser influenciada de diversas formas. Existe no nosso corpo vários pontos energéticos, embora se fala mais na existência de sete, que são os pontos principais.

Esses pontos principais ou pontos meridianos, segundo a cultura hindu, yogue e estudos do ocultismo, teosofia e conscienciologia, são centros de absorção, exteriorização e administração de energia vital no duplo etérico.

Esses centros se denominam por “Chakras” (significa “roda”) e estão localizados no centro do nosso corpo (meridiano) iniciando a sua giratória de energia na base da nossa espinha, ascendendo até ao topo da nossa cabeça (kundalini).

Numa pessoa saudável e equilibrada, os sete chakras fornecem o equilíbrio exacto de energia para cada parte do corpo, mente e espírito.

Mas se um dos chakras girar muito rápido, for bloqueado ou se mover muito devagar, a tua saúde vai sofrer.

Aprendendo sobre os chakras, é possível entrar em maior sintonia com os ciclos de energia natural do corpo.

Aqui, vou dar a conhecer os sete chakras, onde se localizam, e posteriormente irei falar sobre cada um.

Existem então sete chakras principais, sendo eles os seguintes:

Chakra Raiz – Muladhara

Chakra Sacro – Svadhishana

Chakra do Plexo Solar – Manipura

Chakra Cardíaco – Anahata

Chakra Laríngeo – Vishuddha

Chakra do Terceiro Olho – Ajna

Chakra Coronário – Sahaswara

Os Chakras são simplesmente as portas de conexão de nosso corpo físico com o mundo.

Através deles captamos a força vital, trocamos energia com outros seres vivos e recebemos a intuições e informações espirituais.

Eles controlam a distribuição de energia nos órgãos, equilibram os sentimentos e os pensamentos e nos conectam com o Divino.

No entanto, nos dias de hoje, e com toda a exposição e influencias internas e externas a que estamos expostos diariamente, é muito fácil perdermos o equilíbrio destes pontos energéticos. Assim como desequilibramos estes pontos energéticos com extrema facilidade, também existem muitas formas de os equilibrarmos, e de trazermos equilíbrio e consciência para o nosso dia a dia.

Vou começar então a trazer-vos mais informação sobre o primeiro chakra (Chakra Raiz), inclusive onde se situa, o que rege, sintomas quando esta fora de equilíbrio, e como o equilibrar.

MULADHARA CHAKRA
Chakra Raiz – Muladhara

1º chakra é chamado de Chakra da Raiz, Chakra Básico ou Muladhara. Quando ativado sua cor é vermelho fogo. Seu princípio básico é fazer o movimento fÍsico aqui e agora, uma relação bem primitiva com a luta ou a fuga para a sobrevivência.

No Chakra Básico mora a nossa força vital inesgotável chamada de Kundalini, o ponto central e o canal do sistema circulatório de energias sutis. É o fundamento primordial para os chakras superiores se harmonizarem como um corpo único.

Está localizado na base da coluna vertebral (cócix) entre o ânus e os genitais e tem relação com tudo que é duro no corpo, como espinha, ossos, dentes e unhas. Tem correlação física também com a construção celular do sangue, devido à glândula supra renal que regula nosso corpo para estar pronto para a acção.

Funções: Sobrevivência, necessidades físicas;
Pedras: Jaspe Vermelho, Turmalina Negra;


Em desequilíbrio:  Medos, dificuldades financeiras, fadiga, compulsões obsessivas com sexo e bens materiais de forma geral, Ainda falando do lado negativo da utilização desta energia vital, temos que citar o mecanismo emocional de defesa que gera raiva, violência, intolerância e a irritação que acaba desenvolvendo situações extremas de fúria sem pensar no outro e nem em si mesmo. O hipofuncionamento do Muladhara Chakra traz com frequência falta de vontade de seguir adiante, resistência física e psíquica abalada e insegurança na vida com a sensação de estar sem base ou sem chão.


Bem equilibrado:  Sensação de estabilidade e segurança. O funcionamento harmónico deste 1º plexo fala da gratidão de tudo que a Terra produz e que está à nossa disposição como alimento, protecção, segurança, afecto, estabilidade, força interior e uma confiança inabalável das realizações de suas metas.

Como equilibrar: Meditação; Usar cristais (Jaspe Vermelho, Turmalina Negra), alimentação equilibrada, afirmações positivas, e yoga.

Alimentos ricos em proteínas ajudam a moer você e dar-lhe força física, o que ajuda a aumentar a força emocional. Bons exemplos incluem feijão, tofu, ervilhas, espinafre e amêndoas. Os alimentos vermelhos influenciam automaticamente o chakra da raiz devido à sua associação com a cor vermelha. Esses alimentos geralmente fornecem muita vitamina C, como bónus. Pense em morangos, cerejas, tomates e pimentões vermelhos. Vegetais de raiz, como beterraba, alho e batatas, também estão em terra, em parte porque crescem no solo. Essa ligação com as fundações da Terra significa que elas também podem ajudar a reequilibrar um chakra desalinhado.


Incentivo à meditação

Sugiro que num momento oportuno, sosseguem no vosso canto, coloquem um incenso, uma musica de meditação, ou mesmo até sem música, sentem na postura mais confortável para vocês, inspirando e expirando calmamente e profundamente. Façam esta respiração várias vezes ate acalmarem os vossos sentidos.

Quando sentirem que estão calmos, e relaxados, fixem a vossa atenção no local do vosso primeiro chakra, e imaginem uma luz vermelha a rodar no sentido horário. Continuem a inspirar e expirar, lentamente, continuando a manter a projecção da vossa atenção no vosso chakra raiz. Permitam-se estar assim, em meditação, pelo tempo que vocês conseguirem. Quando terminarem, façam três expirações profundas, exteriorizando bem alto o “aahhhhhh”, e se permitam tomar um duche quente de seguida. Se possível, vão dormir.

Vamos, juntos, começar a fazer isto diariamente !


Vamos então dar seguimento ao nosso estudo sobre os nossos pontos energéticos.

Seguimos para o segundo chakraSvadhishana

O Svadhishana está localizado na região do baço. Dos sete chakras principais este é o responsável por toda circulação sanguínea, e é conhecido como o principal condutor vital. O chakra umbilical é o condutor da vida, por tratar exactamente da corrente sanguínea. É o chakra da energia feminina, do alimento, da criatividade, da recepção, e está conectado também com a maternidade e com a relação com a mãe. Dos sete chakras do corpo, este é o que influencia na nossa produção de glóbulos vermelhos e brancos, e é o transmissor de vida para todos os demais órgãos do corpo. Ele também leva energias dos chakras coronário e frontal para a purificação sanguínea.

How To Open Your Chakras - Svadhisthana Or Sacral Chakra

Este chakra está ligado a energia do adolescentes, a partir dos 14 anos a criança passa a sofrer maior influencia deste chakra e isso explica suas longas horas de sono para reposição de energias e a sua explosão de vitalidade enquanto acordado. Eles começam a desenvolver o individualismo e a tentarem a se organizar sozinhos.

Aqui está também a energia sexual, que é a nossa energia criativa, energia de vida. A energia sexual tem o poder de criar, tanto um bebé através da gestação no ventre da mulher, como um projecto através de outro tipo de gestação no interior de cada um. A criatividade nasce dessa energia.

É importante ter esse chakra em equilíbrio, ele é uma grande fonte de energia em nós. O desequilíbrio pela falta ou pelo excesso gera grandes problemas. Quando esta energia não é suficiente a pessoa não consegue mais sentir prazer, não só no sexo mas na sua vida em todos aspectos. Perde a paixão de viver, e a capacidade de desfrutar a vida. Não consegue mais se conectar com a sua força criativa e renovadora, envelhece rápido e pode ter uma tendência a ficar doente. Em excesso, a pessoa desenvolve o vício na fonte que lhe traz prazer externamente, seja comida, sexo ou uma pessoa específica, tendo apego e ciúmes excessivos.

Este chakra também é a base dos relacionamentos afectivos. Quando a mulher se afasta de seu lado feminino e bloqueia a expressão de si nas diversas facetas do seu feminino, o seu relacionamento também vai sofrer as sérias implicações dessas escolhas.

Funções:   Criatividade, sexualidade, busca pela felicidade, energia feminina, o universo das emoções, a abertura para o outro;
Pedras: Cornalina, Calcita Laranja;
Desequilíbrio:  Medos, culpas, apego e excesso de peso; Se estivermos sempre a basear a nossa felicidade em prazeres momentâneos, esse Chakra poderá nos trazer distúrbios fortes de vícios ou de sofrimento por não termos o que queremos, gerando tristeza, apatia, depressão ou até ansiedade por não satisfazermos nossos pequenos desejos do dia a dia.


Bem equilibrado:  Sensação de felicidade, alegria e criatividade; Aumento da auto-estima , sentir-se mais capaz de se envolver com os outros, abraçar a mudança , abandonar a antiga culpa e desenvolver maneiras mais saudáveis ​​de regular as emoções. Podes te sentir realmente feliz pela primeira vez em muito tempo e sentir uma profunda inspiração. É provável que também sintas tuas habilidades de resolução de problemas cada vez mais refinadas.

Como equilibrar: Usar pedras ou jóias relacionadas a esta chakra (Cornalina, Calcita Laranja; Citrino); Meditação Sacral do Chakra e Técnicas de Yoga; Afirmações positivas para este chakra especifico; Reiki; Alimentação Equilibrada.

Lista de Alimentos Chakra e Sugestões Dietéticas:

Laranjas: Como mencionado acima, laranja é a cor que representa o seu chakra umbilical, por isso não é surpresa que a fruta compartilhe essa conexão. No entanto, qualquer fruta carnuda pode ajudar a manter o seu chakra umbilical alinhado. Isso inclui papaias, mangas e pêssegos.

Sementes: Os especialistas em chakras aconselham a comer qualquer semente se quiseres trabalhar este chakra. Boas sementes incluem abóbora, girassol, papoula e cânhamo.

Cocos: Cheios de óleos e gorduras saudáveis ​​que promovem a saúde cardiovascular, os cocos podem aumentar os níveis de energia e levá-lo ao bom humor para serem criativos. Como tal, eles são uma escolha popular para pessoas que lutam com problemas do segundo chakra como baixa inspiração.

Caldos e chás: Líquidos claros sempre foram ditos para curar o chakra umbilical, então um saboroso caldo de legumes ou chá de frutas é uma excelente opção.

Deixo aqui também a sugestão de fazerem uma meditação para o chakra em especifico, neste caso, o Svadhishana, chakra sacro ou umbilical. Podem acompanhar este vídeo, ou procurar outros que sintam mais sintonia.

Não se esqueçam, uma vez mais, meditem um pouco ao deitar. Permitam ir todos os dias, mais um bocadinho ao encontro de vocês mesmos.


%d blogueiros gostam disto: